domingo, 23 de outubro de 2011

iugoslávia

meus pais nasceram na antiga iugoslávia. como eu gostava de ser descendente de iugoslavos e como dói não poder mais dizer isso e, a cada vez que digo este nome, precisar ouvir a pergunta inevitável: mas de qual região? como se, para o ouvinte, isso fizesse alguma diferença. iugoslávia, iugoslávia, onde você está? nem na sérvia, nem na croácia, nem na eslovênia, nem na macedônia. iugoslávia da dalmácia, de dubrovnik, de herzegovina, voivodina e do mar adriático. iugoslávia onde meu pai viu uma mulher fatiar um pão e um frango com a mão, dentro de um trem. não briguem mais, iugoslavos, me deixem dizer que sou iugoslava.

2 comentários:

  1. Nô querida, tenho o mesmo problema. Ou talvez atė mais grave porque eu mesma sou de um país que não existe mais. Sem julgar o que foi a URSS, foi lá que eu nasci. Falo russo mas minha cidade natal pertence à
    Ucrânia, não tenho nenhum documento que comprove essa nacionalidade que antes não existia ...como explicar isso para minha filha de 10 anos? Ou para os funcionários da Polîcia Federal, onde caí no limbo quando fui renovar meu passaporte? Só porque um país ė unificado ou separado, todos os que lá nasceram antes devem ficar perdidos? Imagina se agora não fossemos mais brasileiros mas paulistas, cariocas, baianos, gaúchos...

    ResponderExcluir
  2. Noemi, meu nome é Joel Werli, meus avós são nascidos na yugoslavia, as cidades das certidões são Padovina e Apadim, porem procurei no google e nada, Matias Klingel, e Catarina Werli, gostaria de saber como encontrar possiveis descendentes, eles fugiram durante a Guerra...possiveis tios, primos,,desde ja agradeço, meu email.. julgamentofinal@hotmail.com

    ResponderExcluir