quinta-feira, 8 de julho de 2010

gobelinhos

de manhã bem cedo, os gobelinhos chegam à estação gobelins, em paris. alguns se atrasam, mas ninguém se importa. eles trabalham o dia inteiro embaixo dos trilhos do metrô e fazem paris funcionar. o chefe deles se comunica com eles a partir da ponta de um cadarço de tênis, e trabalha num bistrô chamado chez gladine, onde serve carnes deliciosas com batatas a preços acessíveis. na verdade, ele é um espião dos gobelinhos. quando chega a noite, todos eles voltam para casa, onde dormem aconchegados dentro de um tênis gigante, tamanho quarenta e oito. mesmo assim, por efeito de inércia, paris continua funcionando perfeitamente.

2 comentários:

  1. ai que coisa linda, noemi!
    um beijo!

    ResponderExcluir
  2. é lindo, mas só conseguia pensar no chulé do tênis em que dormem...
    estou vivendo um excesso de realismo.
    parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir