quarta-feira, 2 de maio de 2012

carioca

o rio de janeiro concorda com a vida: as pedras, os morros, o mar, o calçamento, o ritmo da marcha do carioca acompanham o andamento do corpo e da natureza. parece que lá as pessoas não andam, mas transladam-se. só a palavra carioca já se distende no tempo, tão diferente de paulista, que é nominalmente associado a são paulo. carioca. queria ser carioca por um dia, rodar em torno do sol e depois voltar para o rio tietê, onde os deslocamentos são maquínicos, artificiais.

Um comentário:

  1. olhar o rio era olhar a água. mas o olho borrado caiu na cidade?

    ResponderExcluir