sábado, 2 de junho de 2012

amor

você não se parece nem um pouco com um luar branco sob uma nuvem acinzentada, ou um jaguar correndo na selva, um tronco perdido no monte, uma onda se aproximando da praia, uma folha em branco esperando ser preenchida, um perfume de malva antigo, uma brisa leve que entra pela janela, uma chama pequena que sobrou,os olhos espertos de um gato. você não se parece mesmo com nada disso. você parece mais um sapato.

4 comentários:

  1. Amor em forma de sapato. Ainda não tinha pensado nisso.

    ResponderExcluir
  2. Pecado Original, Salvador Dalí, 1941

    ResponderExcluir
  3. Noemi, eu gosto desse seu jeito de expressar. É interessante o jeito que você explica como as coisas são, e as relaciona com a natureza.

    ResponderExcluir
  4. Lembrei da música:
    "Água da fonte
    Cansei de beber
    Prá não envelhecer
    Como quisesse
    Roubar da manhã
    Um lindo pôr-de-sol
    Hoje não colho mais
    As flores-de-maio
    Nem sou mais veloz
    Como os heróis...

    É! Talvez eu seja
    Simplesmente
    Como um sapato velho
    Mas ainda sirvo
    Se você quiser
    Basta você me calçar
    Que eu aqueço o frio
    Dos seus pés..."

    ResponderExcluir