segunda-feira, 27 de julho de 2009

véspera

sonhei com uma coreografia: enquanto alguém tocava somente as notas suficientes para se reconhecer que se tratava do chorinho odeon, bem lentamente, nota por nota (tã.....tã......tã......tã....tã), circulavam pelo palco, simultaneamente e em grande velocidade, vários personagens típicos de algum circo de filme em preto em branco: uma bailarina de tutu dava muitas piruetas, um mágico punha e tirava seguidamente a cartola, um domador ranzinza tocava um apito, um ciclista pedalava uma bicicleta de uma roda só. a música lenta e os movimentos rápidos estabeleciam um contraste que tornava o sonho ainda mais onírico, se é que isso é possível. sei que não vou realizar esta coreografia e que ela vai permanecer como um desejo à véspera de acontecer, como talvez sejam todos os sonhos. que pena, achei tão bonito.

3 comentários:

  1. Juliana Valentini27 de julho de 2009 07:16

    Noemi,
    lendo seu sonho, principalmente a parte do ciclista da bicicleta de uma roda só, me lembrei de um dvd das animações em curta-metragem da Pixar que assisti esses dias. É preciosíssimo, delicioso de ver. Estão lá, em ordem cronológica, todas os pequenos filminhos que eles criaram conforme a tecnologia foi avançando, e que, além de lindos, são como pequenos contos; me lembrei das suas aulas. Um deles é sobre o sonho de um monociclo, que dorme numa loja em liquidação numa noite chuvosa. Se quiser ver te empresto. Beijo,
    Juliana.

    ResponderExcluir
  2. ah, quero sim, juliana! obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Noemi:
    o sonho mais onírico foi possível. E foi lindo!
    MTeresa

    ResponderExcluir